Cyber segurança nas empresas: o que você precisa saber

Cyber segurança nas empresas: o que você precisa saber

O tema da cyber segurança ainda é nebuloso nas organizações, mas precisa de atenção urgente!

Na corrida para agregar tecnologia aos processos e estruturas empresariais, nosso tema-título não tem recebido a devida atenção dos empresários brasileiros (infelizmente).

Afinal, a implementação apressada de novidades – como ferramentas, aplicações etc – pode ensejar falta de segurança, o que prejudica toda organização.

Isso afeta principalmente as pequenas e médias empresas, que mantêm equipes de TI pequenas e geralmente com orçamentos baixos.

Neste artigo, vamos falar sobre a importância da cyber segurança nas empresas e como administrá-la. Confira!

O que é cyber segurança para as empresas?

Cyber segurança é uma metodologia para proteção de softwares, máquinas e equipamentos, infraestruturas de redes e sistemas.

Um conceito ligado à segurança e tecnologia, contra ameaças e ataques cibernéticos, principalmente investidas de crackers.

Grandes corporações investem pesado em segurança da informação, para evitar que cibercriminosos acessem ou roubem qualquer tipo de dado.

Contudo, ultimamente, não só grandes organizações têm sido alvo de ataques, mas principalmente as pequenas e médias empresas.

Qual a importância da cyber segurança nas empresas?

O número de investidas cibercriminais contra empresas tem aumentado assustadoramente.

Segundo o relatório da PWC, as tentativas de invasão aumentaram em 276% só em 2017.

Isso por si já demonstra a necessidade de proteção nas empresas.

Afinal, com a tendência à digitalização dos negócios e, principalmente, a nova lei de proteção de dados, a responsabilidade tem aumentado!

Dentre os ilícitos mais comuns estão a manipulação de operações financeiras do empreendimento, o sequestro de dados etc.

Quais medidas de cyber segurança adotar na sua empresa?

São várias as técnicas e proposições de cyber segurança dentro das organizações.

Cada ação tem finalidade específica, mas todas são igualmente importantes.

A principal é elaborar e executar a política de segurança da informação da sua empresa.

Mas listamos aqui algumas outras medidas pontuais que você pode – e deve – adotar no seu negócio:

Backup

O backup é uma técnica computacional que cria cópias de algum banco de dados, um estado do sistema ou até mesmo de alguma máquina.

Uma rotina bem estruturada de backup garantirá a continuidade da sua operação, em caso de perda de dados, por exemplo.

Afinal, se a prática for constante e devidamente realizada, tudo pode ser recuperado.

Antivírus

O antivírus é a primeira e principal barreira contra a entrada de malwares.

Eles buscam por vulnerabilidades nos sistemas das empresas e costumam agir como espiões.

Ao adquirir o antivírus, verifique se atende às necessidades do seu empreendimento, como número de licenças, atualização etc.

Plano de respostas a incidentes

Uma técnica muito comum para os criminosos digitais é o chamado phishing.

Eles enviam e-mails fraudulentos, porém muito semelhantes aos verdadeiros, o que induz o usuário a eventualmente expor seus dados (nome, senha).

Também é comum essa abordagem em páginas institucionais, que podem ser hackeadas, fragilizando a segurança dos usuários.

Por isso, ter um plano de respostas a incidentes é essencial, o que envolve desde o simples bloqueio de spams ao treinamento profissional sobre o assunto.

Assinatura digital

Trata-se duma assinatura tecnologicamente certificada.

Nesse caso, o certificado digital funciona como autenticação da assinatura.

É como o famoso “reconhecimento de firma” nos cartórios, mas para documentos eletrônicos

Isso garante que a assinatura e até o acesso aos documentos e ambientes digitais não sejam fraudados.

Mas lembre-se: assinatura digital não é o mesmo que assinatura eletrônica (você pode entender a diferença aqui).

Criptografia

Por meio da criptografia, é possível proteger a informação com uma senha específica.

Isso garante que os cibercriminosos, ainda que capturem os dados, não consigam acessar o conteúdo.

O processo de criptografia é utilizado nas famosas moedas digitais, como bitcoin etc.

*

Como podemos ver, cyber segurança é um tema sensível e cada vez mais presente na gestão empresarial.

Este conteúdo foi útil pra você? Aproveite para conferir nosso texto sobre direito e tecnologia na gestão de riscos.

***

Se quiser conhecer mais sobre tecnologia e direito, acompanhe nossas publicações, siga-nos nas redes sociais e compartilhe o conhecimento!