Confira 4 dicas para redução de gastos na sua empresa

4 dicas para redução de gastos na sua empresa

A redução de gastos numa empresa é um grande desafio para os administradores.

Não basta só pensar estratégias de aumento da produção para melhorar os resultados financeiros, pois a redução de gastos também é impactante na margem de lucro.

Independentemente do porte da sociedade empresária, algumas dicas e ações podem ajudar qualquer negócio.

Eficácia na redução de gastos e no crescimento dos lucros: neste post trazemos 4 boas dicas de gestão! É só conferir:

1) Mapeamento dos processos

Administrar sua empresa compreende entender todos os processos gerenciais e observar os pontos fracos e fortes de cada setor.

Esse é o primeiro passo para pensar qualquer estratégia de redução de gastos.

Mapeando seu negócio da maneira adequada, você consegue identificar gargalos, despesas desnecessárias, oportunidades de investimento etc.

Por exemplo, para redesenhar os procedimentos de gestão de documentos, você pode buscar softwares específicos para automação de processos, que otimizem o trabalho atualmente realizado.

Além disso, esse mapeamento servirá como termômetro acerca da eficiência da organização, do impacto da carga tributária, dos contratos em andamento, das receitas e gastos que compõem seu caixa etc.

Só depois disso, você poderá investigar, com mais clareza, quais são os gastos desnecessários e prescindíveis, que podem ser eliminados ou substituídos por despesas com impacto menor.

Sabemos que essas ações não são fáceis, mas você pode sempre contar com orientação profissional.

2) Locação de máquinas e equipamentos

A aquisição de máquinas e equipamentos pode ser um custo operacional alto e, algumas vezes, até desvantajoso.

Por isso, após o mapeamento, uma das situações que devem ser analisadas é a viabilidade e o custo de locação dos equipamentos.

Essa estratégia deve ser adotada mediante avaliação de controle interno, de acordo com a realidade do seu negócio, claro.

Porém, de forma geral, a locação costuma ser uma excelente alternativa para aqueles equipamentos que são utilizados poucas vezes ou que fazem trabalhos muito específicos.

Não sabe como iniciar? Comece avaliando seus equipamentos de impressão e fotocópia, por exemplo.

Talvez o custo de locação, no fim das contas, seja mais barato para o caixa, melhorando a saúde financeira da sua empresa.

3) Terceirização de serviços específicos

Por meio da terceirização você pode cortar alguns custos do seu negócio.

Atualmente, para reduzir gastos de operação, muitos empresários têm delegado atividades a outros profissionais, criando assim condições para focar suas energias no core business.

As atividades geralmente terceirizadas englobam o setor contábil e o jurídico, que contam com times próprios e podem atender diversas necessidades da sua empresa.

O trabalho especializado, que muitas vezes um funcionário alocado num setor específico da sua empresa não consegue fazer bem, poderá ser otimizado pela contração de terceiros.

Naturalmente, essa estratégia deve ser analisada individualmente, levando em conta as necessidades efetivas do negócio, as demandas específicas, o padrão de atendimento, a prestação de serviço ao seu cliente etc.

4) Investimento em tecnologia e inovação

A tecnologia deve ser vista como sua aliada na redução de custos.

Atualmente, o mercado oferece variadas opções de ferramentas e softwares, com diversas aplicações que podem se adequar ao contexto da sua empresa.

E, na maioria dos casos, a relação entre custo e benefício na contratação de sistemas é altamente vantajosa para o negócio.

Em diversas situações, custa menos adquirir equipamentos novos e sistemas de gestão do que gastar com manutenções e consertos ou contratar outras pessoas para atuarem em determinadas execuções.

Afinal, lembre-se: redução de gastos significa investimento em eficiência, rentabilidade e sustentabilidade, ou seja, no capital intelectual do empreendimento.

***

Gostou deste artigo sobre redução de gastos? Confira também quais as dúvidas mais comuns de quem vai montar uma empresa.

Se quiser ficar atualizado, continue conosco: siga-nos nas redes sociais e compartilhe o conhecimento!