Acompanhamento jurídico: saiba quando a sua empresa precisa

Acompanhamento jurídico: saiba quando a sua empresa precisa

Empreender não é tarefa fácil, ainda mais se você não contar com adequado acompanhamento jurídico.

Contar com advogados como conselheiros nos assuntos empresariais traz inúmeros benefícios à empresa.

Eles direcionarão todas as ações e decisões a serem tomadas, para reduzir riscos.

Desse modo, os gestores se diferenciam no mercado e se asseguram de não correr riscos de prejuízos decorrentes de punições ou multas.

Se ficou interessado, acompanhe o texto de hoje para saber um pouco mais sobre a importância do acompanhamento jurídico nos negócios:

Quando contar com acompanhamento jurídico?

Alguns empreendedores se equivocam quanto ao momento correto de buscar auxílio do escritório de advocacia.

Uns imaginam que devem procurar ajuda apenas em momentos de crise, outros só quando aparecem problemas na justiça.

Mas esse é um modo de pensar muito equivocado e que pode causar sérios prejuízos.

É essencial que o empresário tenha um constante acompanhamento jurídico, para lidar com questões do dia a dia da empresa.

O apoio profissional ajuda a direcionar seus passos e pode até orientar alguns processos produtivos e decisórios.

Tudo isso para que as estruturas e processos da empresa estejam legais e não haja risco de tomar multas ou outros tipos de prejuízo.

Quais os benefícios do acompanhamento jurídico na empresa?

Contar com acompanhamento jurídico pode trazer algumas vantagens para a organização.

Podemos analisar abaixo esses benefícios:

Administração do passivo trabalhista

Uma das grandes dificuldades das empresas é lidar com o passivo trabalhista.

Aliás, o passivo trabalhista é sintoma da má gestão de pessoas.

E esse é um problema que acomete muitos gestores no Brasil.

Por falta de orientação adequada, eles acabam se confundindo quanto aos direitos trabalhistas dos colaboradores.

E, assim, as empresas são demandadas judicialmente e acabam tendo que pagar verbas e indenizações, por falha na prevenção.

Mas, tendo acompanhamento jurídico, isso dificilmente aconteceria.

Advogados podem orientar, de forma minuciosa, todas as obrigações legais que precisam ser atendidas, além de prevenir práticas e situações de risco trabalhista.

Isso impede enganos e evita prejuízos na Justiça ou até mesmo com a fiscalização.

Gestão do pagamento de tributos

Outro fator que gera muitas dúvidas está relacionado às obrigações tributárias.

Qualquer engano pode ocasionar multas ou até prejuízos maiores advindos de execuções fiscais.

Além disso, ter o acompanhamento jurídico na sua área fiscal pode até mesmo evitar erros na opção do regime tributário da empresa.

O advogado poderá realizar estudos minuciosos da legislação municipal, estadual e federal – diminuindo assim as chances de sanções fiscais.

Avaliação dos impactos nas operações comerciais

Um dos pontos mais importantes do acompanhamento jurídico em sede empresarial é o aconselhamento em relação aos impactos nas operações estratégicas.

Um advogado pode orientar as ações do empresário em relação às atividades sensíveis em que a empresa estiver envolvida.

Esse apoio será válido desde a elaboração de contratos empresariais, até operações societárias complexas, como fusões e aquisições.

Tudo isso facilita – e muito – o processo de decisão, garantindo que o empreendedor esteja ciente dos riscos e ganhos potenciais de suas ações.

*

O que achou do texto? Aproveite para conferir o que você precisa entender sobre acordos de quotistas.

***

Siga-nos nas redes sociais: estamos no LinkedInFacebookTwitter e Instagram.

Acompanhe nossas publicações e compartilhe o conhecimento!