Advogado em Direito Digital: como um profissional pode ajudar?

Advogado em Direito Digital: como um profissional pode ajudar?

A tecnologia hoje domina os negócios e, por isso, o mercado vem procurando, cada vez mais, o chamado advogado em direito digital.

Especialista em Direito Digital, ele é o profissional capaz de trazer solução às novas questões dos relacionamentos pessoais e econômicos no mundo online.

Mas será que a advocacia tradicional está preparada para os novos desafios da economia digital?

Neste artigos vamos falar um pouco mais sobre como a tecnologia modificou o modo de atuar junto ao direito civil, autoral, criminal, contratual etc.

Quais as principais demandas no Direito Digital?

No mundo dos negócios o advogado especialista em Direito Digital tem importância cada vez maior.

Isso não se dá apenas pelo crescente volume das operações online, mas também pela incorporação de ferramentas digitais nas atividades offline.

É quase impossível hoje encontrar alguma empresa que não utilize sistemas digitais.

Seja pelo atendimento eletrônico, seja pelas formas de pagamentos online, seja pelo uso de redes sociais.

Isso sem falar das empresas que atuam exclusivamente no meio virtual, como as voltadas ao comércio eletrônico.

Assim, questões como rescisão de contrato, produtos não entregues, entregas com defeitos ou fora do prazo, roubo de dados, fraudes, violação de propriedade, plágio, propaganda enganosa e pirataria estão entre os problemas jurídicos mais comuns no Brasil.

Como o advogado em direito digital impacta nos negócios?

Um bom advogado em direito digital garantirá que a empresa não só atue protegida pela lei, como ajudará na prevenção contra os riscos do negócio.

Ademais, contratar uma assessoria jurídica permitir o acompanhamento de processos , com a vantagem de conhecer a fundo as causas e protocolos já adotados, diferentemente de algum advogado esporádico.

Esse fato pode ser determinante, pois o Direito Digital talvez seja o campo de atuação do advogado, entre todos os outros, em que o tempo é fator determinante, não apenas no resultado das ações judiciais, mas no impacto que elas podem causar na imagem das empresas.

O que é preciso saber para acertar na escolha?

Como em qualquer outra contratação, sua primeira providência deve ser procurar referências e recomendações sobre o profissional.

Amigos, familiares e outros clientes devem ser o ponto de partida.

Atente-se para como se deu a escolha, qual o tipo de serviço prestou e o grau de satisfação nos resultados.

Também é importante saber qual a formação do advogado e se ele possui registro ou pendências na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Outra boa fonte de informação é o próprio site, blog do profissional ou escritório.

Bons profissionais, especialmente os antenados com tecnologia, costumam ter ferramentas de comunicação bem desenvolvidas.

Os perfis nas redes sociais também poderão lhe oferecer dados sobre a postura profissional do advogado.

Enfim, se ainda tiver dúvidas, confira estas 5 dicas para escolher um bom escritório de advocacia.

***

O que você achou desse texto? Se quiser aprender mais, aproveite para conferir nosso artigo sobre Direito Digital.

*

Siga-nos nas redes sociais: estamos no LinkedInFacebookTwitter e Instagram. Inscreva-se também em nosso canal no YouTube!

Acompanhe nossas publicações e compartilhe o conhecimento!