Software pirata: quais riscos sua empresa está correndo?

Software pirata: quais riscos sua empresa está correndo?

Toda empresa depende da tecnologia para sobreviver, mas utilizar um software pirata pode acabar com seu negócio.

Certamente, programas e aplicações tornaram-se essenciais para gestão, tanto para tratar dados operacionais quanto para cuidar das finanças.

Em muitas empresas, porém, os sistemas utilizados são piratas, o que pode ocasionar vários prejuízos.

E, devido ao baixo custo, pode até parecer uma opção vantajosa, mas os riscos são maiores – envolvendo problemas de performance, proteção dos dados e a própria reputação da organização.

Neste artigo, veremos com mais detalhes quais são os riscos de utilizar um software pirata e os principais impactos para sua empresa. Confira:

O crime de pirataria

O primeiro grande problema de usar software pirata, obviamente, é que isso é ilegal.

Bom, cada programa de computador, para ser comercializado, deve contar com um contrato de licença único.

Ou seja, quando o software é utilizado sem contrato – e sem o recolhimento dos tributos incidentes – os envolvidos estão sujeitos ao pagamento de indenização e até à prisão.

Além disso, quem adultera ou vende softwares sem autorização pode ter que pagar uma indenização para cada cópia comercializada.

E, quando não for possível calcular quantas venda foram realizadas, a infração corresponderá a 3 mil exemplares.

Ao utilizar um programa pirata, portanto, você está contribuindo para uma infração ainda mais grave.

Isso sem contar o prejuízo causado aos empreendedores e trabalhadores que desenvolveram esses programas…

Portanto, sempre verifique a procedência e o registro do software.

Software pirata e os riscos à segurança

Outro risco muito grave na utilização de software pirata diz respeito à segurança da informação.

Quando você usa um programa pirata, a primeira coisa que deixa de receber é o suporte da empresa que desenvolveu o original.

Assim, você deixa de receber orientações primárias de segurança, também não obtém atualizações de proteção etc.

Ademais, a cópia pirateada que você recebeu pode ter sido adulterada e, por exemplo, conter malwares, aplicações que roubam dados da sua máquina.

Destarte, todos os seus dados estarão vulneráveis!

Nomes de fornecedores, contas bancárias cadastradas, fluxo de caixa, informações pessoais dos colaboradores e sócios… tudo pode ser perdido!

Mau desempenho do software pirata

Um problema ainda mais comum na utilização de um software pirata é o mau desempenho do sistema.

Como o programa não é original, você também não contará com suporte de manutenção.

Portanto, incompatibilidades, travamentos e perda de dados não serão resolvidos corretamente.

Isso deixa todo o seu sistema vulnerável a erros e bugs inesperados, atrapalhando a produtividade, reduzindo a eficácia da rotina e até acarretando prejuízos.

Afinal, se algum dado for corrompido, por exemplo, você poderá perder contatos importantes, registros contábeis etc.

Já com um software original, o fabricante pode oferecer apoio, recuperando o que foi perdido e garantindo manutenção constante.

Prejuízos à imagem socioeconômica da empresa

Com todos esses riscos, fica óbvio que um software pirata pode causar prejuízos ainda ao nome e à reputação da sua empresa, certo?

Perder dados, ter problemas com fiscalizações ou multas, sofrer vazamentos de informações… tudo isso pode se tornar conhecido pelos clientes, fornecedores, colaboradores.

E isso certamente abalará a confiança deles na sua organização.

Imagine um escândalo circulando nas redes sociais, envolvendo sua empresa e a utilização de softwares ilegais?

Além disso, responder um processo judicial por uso de software pirata também macula o nome da empresa e geras novas despesas.

Por isso, utilizar programas piratas nas empresas é extremamente prejudicial para qualquer negócio.

Se esse for o seu caso, procure uma assessoria especializada para ajudar a prevenir e reverter problemas administrativos e judiciais na sua empresa.

***

Então, gostou do artigo de hoje? Aproveite para ler sobre cyber segurança nas empresas.

Se quiser conhecer mais sobre tecnologia nos negócios, acompanhe nossas publicações, siga-nos nas redes sociais e compartilhe o conhecimento!